Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 19 de janeiro de 2011.

Varejo investe em descarte seguro

COMPARTILHE:

Guia da Farmácia

Para cada quilo de medicamento descartado no lixo comum ou na fossa sanitária, cerca de 450 mil litros de água são contaminados. A conta, feita pela Brasil Health Service (BHS), que fornece produtos para o segmento médico, convenceu a Droga Raia e o laboratório Medley a alugar uma máquina com sistema computadorizado para coletar medicamentos vencidos e garantir o descarte seguro. Segundo reportagem do Valor Econômico, hoje são sete estações coletoras de resíduos de medicamentos, chamadas de Ecomed, instaladas em lojas da Droga Raia em São Paulo. O número deve chegar a 50 até o fim do ano. Em quase dois meses desde a implantação do programa, foram coletados 60 quilos de medicamentos, o que evitou a contaminação de 26 milhões de litros de água. A Drogaria São Paulo, líder no varejo farmacêutico no país, está em processo de homologação com o Centro de Vigilância Sanitária de São Paulo para oferecer o descarte de medicamentos em suas lojas até março.


VER MAIS SOBRE: arquivo


Logotipo Ascoferj

INFORMA

Olá, Associado Ascoferj! Dê um play ▶️ e veja o CONVITE que o Bernardinho do voleibol tem para você! 😉

Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.