5 mitos sobre proteínas e como consumi-las corretamente

Consumo correto de proteínas
Foto: Reprodução da Internet
Consumo correto de proteínas
Foto: Reprodução da Internet

As proteínas têm um papel importante no corpo – são utilizadas para construir novas células, reparar as antigas, manter nossos músculos e ossos fortes e até ajudar a manter o corpo satisfeito entre as refeições.

É fundamental que as pessoas consumam proteínas de alta qualidade em quantidade suficiente, especialmente à medida que envelhecem para terem os aminoácidos necessários. As necessidades de proteína podem aumentar com a gravidez, atividades físicas, doenças e idade.

Adultos saudáveis precisam de cerca de 0,8 g de proteína por quilograma de peso corporal por dia, enquanto os mais velhos precisam de até 1,5 g por quilo de peso corporal por dia. Confira abaixo os principais mitos sobre as proteínas.

1 – Proteínas não são necessárias no café da manhã

Enquanto dormimos, o corpo está em jejum, ou seja, a proteína não está sendo entregue aos músculos, o que leva à degradação das proteínas corporais. Tomar café da manhã que inclua proteínas de alta qualidade é uma ótima maneira de repor o equilíbrio proteico dos músculos.

“Criar o hábito de comer queijo magro, iogurtes, ovos ou outros alimentos ricos em proteínas pode ser uma maneira fácil de aumentar a ingestão de nutrientes necessários pela manhã”, explica Patrícia Ruffo, nutricionista e Gerente Científico da Abbott Brasil.

2 – Pular refeições terá impacto na ingestão geral de proteínas

Embora a proteína esteja presente em diversos alimentos, pessoas mais velhas muitas vezes acabam não obtendo o suficiente em suas dietas. Para mudar essa situação, é preciso evitar pular refeições e priorizar proteínas ao se alimentar.

3 – Idade não importa quando se trata de necessidades proteicas

A perda muscular é natural do envelhecimento, o que pode prejudicar os níveis de força e energia.

4 – O nível de atividade não afeta as necessidades de proteína

Assim como a idade afeta as necessidades proteicas, o mesmo ocorre com a atividade física. Atletas ou aqueles que se exercitam com frequência podem precisar de duas vezes mais proteínas do que uma pessoa mais sedentária. Além disso, alimentar-se com um lanche rico em proteínas após o exercício pode ajudar a reparar qualquer dano muscular.

5 – Todas as proteínas são iguais

As proteínas são constituídas de blocos de construção chamados aminoácidos. Dos 20 aminoácidos existentes em proteínas alimentares, nove são essenciais. Além disso, a proteína pode ser considerada completa (que contém os nove aminoácidos) ou incompleta (precisa ser complementada).

Veja também: Especialista explica possíveis causas para aumento da queda de cabelo

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Receba as principais notícias direto no celular

Sala de imprensa

Esta é uma área dedicada especialmente para o atendimento à imprensa e com acessos aos nossos releases.

Receba nossa newsletter

Para notícias e ofertas exclusivas, digite seu e-mail abaixo.

Um programa para você ficar sempre bem informado

Talvez se interesse por:

Saiba onde encontrar o número da matrícula

Todo associado, além do CNPJ, possui um número de matrícula que o identifica na Ascoferj. Abaixo, mostramos onde encontrá-lo no boleto bancário. Você vai precisar dele para seguir em frente com a inscrição.

BOLETO BANCÁRIO BRADESCO

Encontre em “Sacador / Avalista”.

boleto bradesco contribuição

BOLETO BANCÁRIO SANTANDER

Encontre em “Sacador/Avalista”.

boleto santander contribuição
Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.
×