Cinco fatores que interferem nos níveis de vitamina D no organismo

Mercado de vitaminas
Foto: freepik
Mercado de vitaminas
Foto: freepik

A vitamina D vem ganhando cada vez mais notoriedade por atuar como multifuncional, já que diversas células e tecidos possuem receptores a ela. “A deficiência da vitamina D está associada a uma série de doenças, entre elas as infecções do trato respiratório, as autoimunes e a osteoporose”, afirma Lúcia Barreira, gerente técnica-científica do Laboratório Gross.

Quando o indivíduo apresenta baixos índices do nutriente, nota-se um aumento no nível de moléculas que causam inflamação no organismo. “São as chamadas citocinas, cujo excesso está ligado aos danos nos pulmões e ao agravamento do quadro de Covid-19”, explica Lúcia.

Confira abaixo quais são os cinco fatores que interferem nos níveis de vitamina D no organismo.

– Alimentação rica em vitamina D: carnes, peixes e frutos do mar, como salmão, sardinha e mariscos contém excelentes níveis de vitamina D, assim como ovo, leite, fígado, queijos e cogumelos. Alimentos de fontes vegetais como frutas, verduras e grãos não têm vitamina D.

– Exposição aos raios solares: a luz solar contém duas formas de energia radiante: ultravioleta A (UVA) e ultravioleta B (UVB). Esta segunda fornece a energia que a pele precisa para produzir a vitamina D.

– Utilização de protetores solares: entre os fatores de risco para a falta de vitamina D está o uso constante de protetores solares para proteção contra câncer de pele. O produto de fator 30, por exemplo, reduz a síntese do nutriente em mais de 95%. “Obviamente o uso do protetor solar é fundamental em um País tropical como o nosso. Mas, nesse caso, se há deficiência, é preciso suplementar”, afirma a gerente científica.

– Tipo de pele e miscigenação: pessoas com pele escura, como as de origem africana, afro-caribenha ou do sul da Ásia, precisam passar mais tempo no sol para produzir a mesma quantidade de vitamina D que pessoas de pele mais clara. No Brasil, a miscigenação da população, com biotipos mais favoráveis à exposição solar, favorecem a prevenção da deficiência de vitamina D.

– Suplementação adequada: é importante conversar com um especialista e reavaliar exames para saber sobre a necessidade de suplementação.

Veja também: Mercado de vitaminas e bebidas dietéticas cresce no primeiro semestre de 2021

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Receba as principais notícias direto no celular

Sala de imprensa

Esta é uma área dedicada especialmente para o atendimento à imprensa e com acessos aos nossos releases.

Receba nossa newsletter

Para notícias e ofertas exclusivas, digite seu e-mail abaixo.

Um programa para você ficar sempre bem informado

Talvez se interesse por:

Saiba onde encontrar o número da matrícula

Todo associado, além do CNPJ, possui um número de matrícula que o identifica na Ascoferj. Abaixo, mostramos onde encontrá-lo no boleto bancário. Você vai precisar dele para seguir em frente com a inscrição.

BOLETO BANCÁRIO BRADESCO

Encontre em “Sacador / Avalista”.

boleto bradesco contribuição

BOLETO BANCÁRIO SANTANDER

Encontre em “Sacador/Avalista”.

boleto santander contribuição
Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.
×