Má qualidade do sono pode ser um risco de doenças cardíacas

Má qualidade do sono pode ser um risco de doenças cardíacas
Foto shutterstock
Má qualidade do sono pode ser um risco de doenças cardíacas
Foto shutterstock

Uma rotina de sono de qualidade está longe de ser perda de tempo. A Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) e a Associação Brasileira do Sono (ABS) alertam para a estreita relação entre sono e a incidência de doenças cardiovasculares.

A presença de distúrbios de sono é frequentemente observada na população mundial. No Brasil, dois terços da população apresentam uma qualidade do sono prejudicada. Na população mais jovem o problema é maior. Além disso, situações como a pandemia e guerras podem prejudicar ainda mais o sono, como explica Luciano Drager, especialista da SBC e presidente da ABS.

Principais causas

O excesso de exposição à luz e interação com a internet, problemas pessoais, familiares e financeiros também contribuem para o cenário. Existem ainda os distúrbios, como a insônia, e distúrbios respiratórios, como a apneia do sono.

Evidências científicas apontam que esses distúrbios podem induzir arritmias, aumentar a pressão arterial, envelhecer vasos e facilitar infartos e derrames. Além disso, podem contribuir para o surgimento do diabetes, alterações no colesterol e comprometer memória e humor.

Como reverter a situação

Entre os motivos pelos quais isto pode ocorrer estão o aumento da produção de hormônios de alerta e estresse e também dos que controlam a fome e a saciedade, contribuindo para o ganho de peso e alterações no açúcar.

“Temos que fazer o máximo possível para respeitar o número de horas do sono a manter essa regularidade. Os pacientes que vivenciam uma qualidade de sono ruim podem começar a apresentar batedeiras no coração e aumentos da pressão arterial. Esses sinais vitais também precisam ser acompanhados. Valorizar esses quadros e procurar ajuda médica podem ser um ótimo início para a tentativa de recuperar o sono de má qualidade”, finaliza Drager.

Veja também: Março Amarelo acende alerta para endometriose

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Receba as principais notícias direto no celular

Sala de imprensa

Esta é uma área dedicada especialmente para o atendimento à imprensa e com acessos aos nossos releases.

Receba nossa newsletter

Para notícias e ofertas exclusivas, digite seu e-mail abaixo.

Um programa para você ficar sempre bem informado

Talvez se interesse por:

Saiba onde encontrar o número da matrícula

Todo associado, além do CNPJ, possui um número de matrícula que o identifica na Ascoferj. Abaixo, mostramos onde encontrá-lo no boleto bancário. Você vai precisar dele para seguir em frente com a inscrição.

BOLETO BANCÁRIO BRADESCO

Encontre em “Sacador / Avalista”.

boleto bradesco contribuição

BOLETO BANCÁRIO SANTANDER

Encontre em “Sacador/Avalista”.

boleto santander contribuição
Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.
×