Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 26 de setembro de 2019.

A metodologia psicodramática se aplica nas organizações?

COMPARTILHE:

A metodologia psicodramática pode ser usada na gestão farmacêutica Foto: shutterstock

O psicodrama é um método de pesquisa e intervenção nas relações interpessoais, nos grupos, entre grupos ou de uma pessoa consigo mesma. Provoca a mobilização para vivenciar a realidade a partir do reconhecimento das diferenças e dos conflitos e facilita a busca de alternativas para a resolução do que é revelado. As técnicas psicodramáticas são utilizadas na educação, nas empresas, nos hospitais, na clínica e nas comunidades.

A metodologia psicodramática foi desenvolvida pelo psiquiatra romeno Jacob Levy Moreno, após vivenciar experiências de teatro. A técnica consistia em estimular a criatividade dos atores na criação de uma peça no momento de sua apresentação, a partir de algum tema proposto. Era o Teatro da Espontaneidade. Com essa experiência, Moreno elaborou sua teoria do psicodrama, inicialmente como ato terapêutico, que se expandiu para aplicação na educação e nas organizações.

Espontaneidade

Para Moreno, o ser humano possui recursos inatos de espontaneidade, criatividade e sensibilidade. Tais recursos podem ser alterados ou prejudicados pela ação do meio ambiente e dos sistemas e regras sociais.

A espontaneidade para Moreno é um fenômeno primário e positivo, ou seja, não é derivado de nenhum outro impulso. A espontaneidade é definida como: a resposta do indivíduo a uma nova situação, ou uma nova resposta a uma situação antiga, de modo adequado.

Papéis psicodramáticos

Diretor: É o agente que conduz e/ou media a sessão psicodramática. Tem várias funções: dirigir e analisar a sessão psicodramática, ampliar e incrementar, focalizando a história do indivíduo ou grupo.

Ego auxiliar: É o coadjuvante que representa as pessoas ausentes ou mesmo o protagonista, interagindo e executando a ação na sessão psicodramática.

Protagonista: É o sujeito central na ação e/ou verbalização na sessão psicodramática. Termo de origem grega que significa aquele que se oferece à ação em primeiro lugar. No cotidiano das organizações funciona como porta-voz de um grupo ou equipe.

Palco/Cenário: É o lugar da representação ou vivência que, em geral, retrata uma situação na sessão psicodramática.

Plateia: São os componentes do grupo, beneficiados pela entrega do protagonista. A plateia pode funcionar como caixa de ressonância e consonância. Já na aplicação na Educação e nas organizações o protagonista pode ser a plateia, ou seja, o grupo como um todo é o protagonista.

Etapas da sessão psicodramática

Aquecimento

O aquecimento é a preparação para a sessão realizado pelo Diretor. Prepara o protagonista e os participantes para a dramatização. Visa reduzir tensões e inibir defesas e resistências.

Aquecimento Inespecífico: É o início da sessão. O primeiro momento do encontro de todos. Seu objetivo é diminuir a tensão, propiciar um ambiente de acolhimento.

Aquecimento Específico: Começa no momento da construção da cena, com o aquecimento dos personagens.

Dramatização: É todo o processo da atuação, retrata o “como se”; a realidade suplementar. Pode trazer para a vivência no grupo uma situação já vivenciada na vida real ou, no caso na educação e da empresa, situações e simulações aderentes ao processo de aprendizado e/ou de engajamento nos objetivos em geral comportamentais.

Compartilhamento: Momento importante para o Psicodrama e que não é visto em outras técnicas. Cada participante, mesmo a plateia, se coloca compartilhando suas sensações e suas histórias, trazendo muitas vezes novas cenas, podendo dar início a um novo jogo dramático.

Processamento: É a leitura da dramatização e dos comentários, processada pelo diretor e pelo ego auxiliar, direcionando-os aos seus objetivos. Também procura-se buscar no grupo o processamento de forma a internalizar maneiras de operar em determinadas situações.

Processamento teórico: Geralmente utilizado na empresa e em treinamento, enquanto método psicodramático, para a introdução de conceitos extraídos da vivência.

Premissas e fundamentos da metodologia psicodramática Ambiente educacional Nas empresas
Pesquisa e intervenção nas relações interpessoais Trabalhar as relações interpessoais Trabalhar as relações interpessoais
Criatividade Fundamental no processo de ensino-aprendizagem Base para a inovação
Espontaneidade Engajamento no aprendizado Engajamento tão procurado e pouco alcançado

Intraempreendedorismo

Resposta do indivíduo a uma nova situação, ou uma nova resposta a uma situação antiga  

Abertura para o novo

Novos aprendizados

 

Solução de problemas

Os papéis Ambiente educacional Nas empresas
Diretor  

O educador

Gerente, coordenador, supervisor (aquele que lidera uma equipe)
Ego auxiliar Coordenador em alguma situação de intervenção Uma outra liderança situacional a depender do momento
Protagonista Alguém que em um dado momento é o “porta-voz” de uma situação Alguém que em um dado momento é o “porta-voz” de uma situação
Palco/Cenário Ambiente educacional Ambiente da empresa
Plateia Os demais integrantes da classe ou da escola, a depender da situação Os demais integrantes da equipe ou da empresa, a depender da situação. Ou do grupo em treinamento.
Etapas da sessão psicodramática Ambiente educacional Nas empresas

(Considerar uma situação de treinamento empresarial com foco comportamental)

Aquecimento inespecífico É o momento da chegada para as atividades É o momento da chegada para o treinamento
Aquecimento específico É o momento das orientações para a realização das atividades educacionais apoiadas e técnicas psicodramáticas / dinâmica de grupo É o momento das orientações para a realização das atividades do treinamento apoiadas e técnicas psicodramáticas / dinâmica de grupo
Dramatização É a realização das atividades vivenciais, simulações, jogos e experiências. É a realização das atividades vivenciais, simulações, jogos e experiências, normalmente denominados de dinâmica de grupo.
Compartilhamento Momento de colher os sentimentos de como foi a vivência Momento de colher os sentimentos de como foi a vivência
Processamento Conduzido pelo educador alinhavando a atividades com os objetivos Conduzido pelo facilitador alinhavando a atividades com os objetivos
Processamento teórico Introdução de conceitos extraídos da vivência Introdução de conceitos extraídos da vivência

 

No ambiente de trabalho é comum as pessoas passarem por situações de estresse, conflito ou problemas de comunicação, podendo acarretar desgaste emocional, crise nos relacionamentos, redução da produtividade etc. A técnica psicodramática, aplicada por profissional qualificado, consegue ajudar a melhorar as relações e superar dificuldades de relacionamento.

Finalmente, se o conceito denominado por “efeito tele”, expressado por Moreno no clássico poema “Um encontro de dois: olhos nos olhos, face a face, fosse praticado pelos atendentes, vendedores, gerentes e mesmo os empresários, imaginem como seria a qualidade no atendimento.

“Um encontro de dois: olhos nos olhos, face a face.

E quando estiveres perto, eu arrancarei seus olhos

e os colocarei no lugar dos meus

e você arrancará meus olhos

E os colocará em lugar dos teus,

Então, eu olharei para você com os teus olhos

e você me olhará com os meus (…)”

(Moreno, 1959)

Este poema, como é possível observar, expressa a essência da empatia tão importante nas relações humanas e empresariais.

Veja também: Tecnologia e gestão farmacêutica: parceria que potencializa resultados

Fonte: Revista da Farmácia


VER MAIS SOBRE: gestão / Gestão financeira / Metodologia psicodramática / Psicodrama


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.