Pular para o conteúdo
.

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 3 de outubro de 2019.

ABIHPEC e Receita Federal combatem mercado ilícito de HPPC

COMPARTILHE:

Produtos de HPPC ilegais foram recolhidos Foto: freepik

Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC) realizou, em parceria com a Delegacia da Receita Federal de Presidente Prudente (SP), uma ação para ajudar a combater a pirataria de produtos do setor de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos (HPPC). Ao todo, foram apreendidas 14 toneladas de itens ilícios, o que equivale a R$ 1,3 milhão.

Entre os itens recolhidos, maquiagem foi a categoria encontrada em maior quantidade. Em seguida, os produtos capilares e os desodorantes. O gerente de Comércio Exterior da ABIHPEC, Ricardo de Nobrega, fala sobre a preocupação com a qualidade dos produtos oferecidos ao consumidor.

“No Brasil, os produtos do setor de HPPC comercializados são demandados por lei a cumprir, sob pena de sanções legais, regulamentos internos da Anvisa e padrões harmonizados no âmbito do Mercosul”, afirma Nobrega.

O gerente diz ainda que as mercadorias derivadas de pirataria não foram aproveitadas por poderem ocasionar danos à saúde pública, risco e controle sanitário.  “Destruímos o material com critérios que não impactam o meio ambiente e respeitando a legislação vigente”, finaliza.

Veja também: ABIHPEC diz que homens vêm ganhando espaço no mercado HPC

Fonte: Revista da Farmácia

 


VER MAIS SOBRE: ABIHPEC / HPPC / Produtos / Receita Federal


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *