Combate à aids sofre corte de gasto

O Estado de São Paulo

Dados divulgados ontem pela Unaids alertam que um terço dos países mais pobres já começa a sentir dificuldades para manter seus programas de aids. A crise econômica mundial afeta a compra de remédios, em um primeiro sinal de como a recessão vai causar impacto no sistema de saúde.

Para a entidade, o corte nos programas ameaça os objetivos de expansão do acesso ao tratamento. A mortalidade anual por causa da aids deve aumentar. Em 11% dos 71 países avaliados – onde vivem 3,4 milhões de pessoas que recebem coquetel gratuito de antirretrovirais -, os cortes na distribuição de remédios já começaram. O Brasil não está entre eles. "Estamos vivendo um caos", diz a diretora da Organização Mundial da Saúde, Margaret Chan. "Nos países ricos, as pessoas estão perdendo emprego. Nos países em desenvolvimento, a vida."

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Categorias

Receba as principais notícias direto no celular

Sala de imprensa

Esta é uma área dedicada especialmente para o atendimento à imprensa e com acessos aos nossos releases.

Receba nossa newsletter

Para notícias e ofertas exclusivas, digite seu e-mail abaixo.

Um programa para você ficar sempre bem informado

Logotipo Ascoferj

INFORMA

A Ascoferj informa que está em regime semipresencial.

Segundas, quartas e sextas: atendimento presencial, das 8h às 17h
Terças e quintas: atendimento remoto, das 8h às 17h.

Telefones de todos os setores para contato:

– Financeiro – (21) 98272-2882
– Jurídico – (21) 98097-0092
– Regulatório – (21) 98272-2852
– Comunicação – (21) 98272-2867
– DAC/Cursos – (21) 98399-0146
– Central de Negócios – (21) 98293-1816
– Comercial – (21) 98097-0099

Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.
×