Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 13 de fevereiro de 2020.

Conheça todos os tipos de impostos para farmácias

COMPARTILHE:

Impostos para farmácias Foto: freepik

O controle tributário feito pelas farmácias é fundamental para que consigam sobreviver em um mercado cada vez mais competitivo, evitando pagar valores excessivos e indevidos. Para isso, é importante conhecer todos os impostos existentes e entender suas especificações.

O que são impostos?

Imposto é um tributo não vinculado, ou seja, o seu pagamento é destinado para diversas atividades do Estado, como saúde, educação, saneamento básico, entre outros.

No Brasil, existem três esferas de poderes: federal, estadual e municipal. Cada uma delas possui impostos diferentes.

Impostos federais

Os impostos federais são destinados para o Governo Federal. Entre eles, estão:

  • Imposto de Exportação – em caso de venda de medicamento para fora do país;
  • Imposto de Importação – em caso de compra de medicamento de fora do país;
  • Imposto sobre Produto Industrializado (IPI) – caso industrialize medicamentos;
  • Programa de Integração Social (PIS);
  • Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (Cofins);
  • Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL);
  • Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ);
  • Imposto Nacional da Seguridade Social (INSS)

“A quantidade de impostos pagos é relativamente alta. Entretanto, se a farmácia está enquadrada no regime tributário Simples Nacional, todos eles são unificados em um único imposto pago por meio da guia Documento de Arrecadação Simplificado (DAS)”, explica o diretor da Avant Fiscal, Wagner Tavares.

Impostos estaduais

Os impostos estaduais são destinados ao Governo do Estado, que investe o recurso na melhoria da saúde, educação e infraestrutura. São eles: Imposto sobre Circulação de Mercadoria e Serviços (ICMS) e, em caso de ter moto ou carro para a realização de entregas, Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA).

Impostos municipais

São dois os impostos municipais: Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISSQN) e Imposto Territorial e Predial Urbano (IPTU).

“Conhecer os impostos e seu destino é fundamental para evitar o pagamento indevido deles. Entretanto, por se tratar de um tema complexo, contar com um bom sistema tributário pode ajudar a não pagar impostos de forma incorreta”, finaliza Tavares.

Veja também: Veja algumas normas que foram alteradas em 2019

Fonte: Revista da Farmácia


VER MAIS SOBRE: Estadual / Farmácia / Federal / Impostos / Impostos para farmácias / Municipal


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logotipo Ascoferj

INFORMA

Já estamos com negociações abertas na Central de Negócios.

Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.