Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 5 de agosto de 2010.

Cresce o consumo de remédios manipulados no Brasil

COMPARTILHE:

SIS Saúde

Mais de 60 milhões de receitas manipuladas são elaboradas anualmente

De acordo com os dados da Associação Nacional de Farmacêuticos Magistrais (Anfarmag), cerca de 100 mil médicos e dentistas prescrevem, pelo menos uma vez por ano, uma fórmula para ser elaborada numa farmácia de manipulação. Segundo o levantamento, as 7,8 mil farmácias registradas nos Conselhos Regionais de Farmácia atendem aproximadamente 60 milhões de pessoas por ano. “Esses medicamentos são personalizados, elaborados individualmente para atender as características de cada pessoa. Contêm composição e dosagem certas para cada paciente”, esclarece a gerente da Farmácia Magistral, que faz parte do Grupo do Hospital Nossa Senhora das Graças, Meidy Jussara Reichembach Pizzatto.

Dra. Meidy ensina que cada tipo de medicamento precisa ser adequado por idade. Por exemplo: para os bebês e crianças há preferência aos medicamentos em gotas ou xaropes. “Quando prescrito pelo médico, o farmacêutico se torna responsável pela prescrição manipulada, avaliando cada paciente”, comenta Meidy.

Para a farmacêutica Fernanda Kasai, também da Farmácia Magistral, os medicamentos manipulados contêm o mesmo princípio ativo dos medicamentos industrializados. Nas farmácias de manipulação a presença do farmacêutico se verifica em todas as fases da produção e do atendimento. “O cliente passa a conhecer o farmacêutico que fabrica o seu medicamento, podendo contar com esta assistência profissional e estabelece um elo de confiança, tão importante quanto à depositada no seu médico”, afirma.


VER MAIS SOBRE: arquivo


Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.