Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 6 de outubro de 2009.

Drogaria São Paulo troca presidência após nove anos

COMPARTILHE:

Valor Econômico

O acionista e presidente do conselho da Drogaria São Paulo, Ronaldo de Carvalho, enviou um comunicado ao mercado na sexta-feira para anunciar o novo presidente da empresa, a segunda maior rede de farmácias do país. Gilberto Martins Ferreira, que já fazia parte do quadro de executivos, assumiu ontem o cargo após a saída de Marcus Paiva, que ficou por nove anos na presidência. Paiva deixou a empresa para "se dedicar a projetos pessoais".

A cadeia de farmácias faturou R$ 1,4 bilhão em 2008 e, no setor, é citada entre as candidatas a abrir o capital no futuro.

A Ultrafarma, um dos maiores sites de vendas de medicamentos do país, ao contrário, voltou atrás na mudança de comando. O fundador da rede, Sidney Oliveira, publicou nos jornais, no domingo, um anúncio de página inteira em que afirma: "Renovo, aqui, meu compromisso de continuar trabalhando cada vez mais". Oliveira se apresenta como "presidente da Ultrafarma". Há apenas algumas semanas, o empresário publicara um anúncio informando que saíra da companhia.

O varejo de medicamentos passa por um processo de concentração, estimulado pela entrada em vigor do regime de substituição tributária, que inibiu a sonegação. Com isso, o setor está atraindo novos investidores e espera-se que o movimento de aquisições se acentue. Recentemente, o fundo BTG Pactual comprou a Farmais.


VER MAIS SOBRE: arquivo


Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.