Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 30 de julho de 2020.

Farmácias Bemol crescem 127% com robotização BD Rowa

COMPARTILHE:

Robotização auxilia farmácia Bemol Foto: shutterstock

A rede de farmácias Bemol implantou, em janeiro de 2020, um robô em uma de suas lojas em Manaus. Com isso, a receita média mensal da unidade quase triplicou, chegando a 127%, já que o robô conseguiu atender a uma elevada demanda e armazenar o mesmo volume de medicamentos em um espaço físico menor.

Isso aconteceu após Denis Benchimol Miney, presidente da rede Bemol, conhecer a robotização há cinco anos em uma farmácia na Suíça, decidindo-se por implantá-la em sua rede de 23 lojas de departamento e 25 farmácias no Acre, Amazonas, Rondônia e Roraima.

Quebra de paradigma

O presidente da Bemol acredita que a robotização leva a uma quebra de modelos mentais, já que permite ter um ponto de venda em uma região premium e com pouco espaço físico: “Há também outros benefícios intangíveis, como o marketing de uma loja-modelo inovadora e a experiência de compra. A percepção de medicamentos mais limpos e conservados, devido à diminuição do contato humano, proporciona um ambiente mais agradável”.

Empresas envolvidas na robotização

A BD, que adquiriu a empresa Rowa, passou a ser uma das líderes globais no manuseio automatizado de estoque em farmácias e hospitais. Em 2017, implantou a tecnologia na loja da Drogaria Onofre, localizada na Avenida Paulista. E agora, em 2020, na Bemol.

“A integração de sistema é o maior desafio para qualquer área de TI e com o Rowa foi relativamente simples, já que a BD tem experiência em desenvolver o robô para se adaptar a qualquer sistema”, revela Miney.

O diretor da BD Rowa na América Latina, Juan Carlos Esquivel, explica que a empresa identificou  os ganhos da robotização  tanto para  grandes em redes regionais quanto para farmácias independentes: “Estamos em um País continental, com quase 80 mil farmácias e cerca de 200 milhões de consumidores, o que deixa claro o potencial para expansão”.

Como é a robotização

O robô foi desenvolvido com tecnologias que entendem as práticas de recebimento, armazenamento e distribuição de medicamentos. Com isso, otimiza processos variados e impacta positivamente na dinâmica da farmácia. Entre os benefícios e vantagens, destacam-se o melhor controle sobre a validade dos medicamentos, a acuracidade do inventário, o aumento do espaço físico na loja e a eficiência na hora da dispensação, permitindo uma experiência de compra diferenciada aos clientes.

Em uma média de oito segundos, o medicamento é coletado e entregue ao farmacêutico ou atendente por meio de um dispenser no balcão de atendimento.

Veja também: GSK, Fiocruz e ViiV Healthcare se unem para desenvolvimento de antirretrovirais

Fonte: Revista da Farmácia


VER MAIS SOBRE: Farmácias Bemol / Robotização


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.