fbpx
Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 23 de junho de 2014.

Farmácias e drogarias deverão pagar 30% aos entregadores motoqueiros

COMPARTILHE:

No dia 18 de junho, foi publicada a Lei nº 12.997, que acrescenta ao art. 193, da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), o parágrafo 4º, que considera como perigosa a atividade de quem trabalha em motocicleta. Sendo assim, todos os empregados que trabalham entregando medicamentos com motocicleta passarão a receber o pagamento de 30% adicional sobre o salário base. No município do Rio de Janeiro, por exemplo, em que o piso salarial é de R$ 874,75, os motociclistas passarão a receber o valor de R$ 262,42, aumentando consideravelmente a remuneração mensal para R$ 1.137,17. As empresas que registram os empregados como entregadores também terão que pagar o adicional, pois a Lei obriga o pagamento para aqueles que trabalham com motocicleta, independente da nomenclatura da função. Não existe qualquer mudança para os empregados que trabalham realizando entregas de bicicleta.   Fonte: Jurídico Ascoferj


VER MAIS SOBRE: arquivo


Logotipo Ascoferj

INFORMA

A Ascoferj informa que está trabalhando de forma semipresencial como medida de segurança contra a Covid-19.

Segundas, quartas e sextas: atendimento presencial na sede de 8h às 17h.

Terças e quintas: atendimento remoto de 8h às 17h.

Telefones de todos os setores para contato:

– Financeiro – (21) 98272-2882
– Jurídico – (21) 98097-0092
– Regulatório – (21) 98272-2852
– Comunicação – (21) 98272-2867
– DAC/Cursos – (21) 98399-0146
– Central de Negócios – (21) 98293-1816
– Comercial – (21) 98097-0099
– Relacionamento – (21) 98145-2036

Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.