Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 15 de abril de 2011.

Farmacêutica Novartis vende direitos do medicamento Elidel por US$ 420 mi

COMPARTILHE:

O Estadão

A Novartis está vendendo os direitos globais do medicamento dermatológico Elidel para a sueca Meda por US$ 420 milhões, elevando a posição da compradora no segmento de dermatologia.

A farmacêutica suíça receberá o pagamento de forma direta, enquanto a Meda vai assumir a produção global do Elidel em um prazo de três anos após o fechamento do negócio. A transação deve ser concluída no segundo trimestre deste ano.

O Elidel, que possui vendas globais de cerca de US$ 120 milhões, foi aprovado nos EUA em 2001 e na UE no ano seguinte. Dependendo do país, o medicamento é usado como uma terapia secundária para administração de curto e longo prazo de dermatites tópicas moderadas em adultos e crianças a partir de dois anos de idade.


VER MAIS SOBRE: arquivo


Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.