Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 12 de novembro de 2010.

Farmácia estuda modelo de venda diversificada na Europa

COMPARTILHE:

Folha de São Paulo

Um grupo de empresários e executivos do varejo farmacêutico viaja hoje para a Europa com o interesse de aprofundar seus conhecimentos sobre modelos de venda de produtos além de remédios em farmácias.

Organizado pela Abrafarma (Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias) o grupo fará visitas técnicas às maiores redes de farmácias e drogarias da França e da Inglaterra.

"Optamos pela Inglaterra pois é um país que conta com ampla cobertura do governo em medicamentos e em cujas farmácias são vendidos pequenos eletrônicos, brinquedos e outros produtos", diz o presidente-executivo da entidade, Sérgio Mena Barreto.

O setor viveu neste ano uma batalha com a Anvisa, que tentou restringir a venda de produtos de conveniência, que não são diretamente ligados à saúde.

Grande parte dos estabelecimentos ficou autorizada por meio de liminar a vender itens como barras de cereal, doces, sucos, refrigerantes e alimentos matinais. Recentemente o STJ confirmou a liberação para a venda dos produtos. A passagem pela França será útil para observar um mercado que passa por momento parecido, de acordo com Barreto. "Na França, o governo estuda a liberação de medicamentos isentos de prescrição nas gôndolas", diz.


VER MAIS SOBRE: arquivo


Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.