Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 5 de janeiro de 2011.

FCFRP produz patente com o antimicrobiano alecrim pimenta

COMPARTILHE:

Guia da Farmácia

Encapsulamento do óleo essencial da planta em micropartículas originou dois produtos

O alecrim pimenta (Lippia sidoides) é uma planta muito usada pela medicina popular como antimicrobiano e antifúngico e que já foi tema de diversas pesquisas científicas que comprovaram suas propriedades benéficas. A Agência USP divulgou que toda essa "riqueza natural" acaba de ser alvo de uma patente na Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP) da USP. Pesquisadores do Laboratório de Pesquisa & Desenvolvimento em Processos Farmacêuticos (LAPROFAR) patentearam dois produtos a base de alecrim pimenta obtidos a partir do encapsulamento do óleo essencial da planta em micropartículas. Um dos produtos poderá ser usados em formulações de medicamentos e cosméticos, e o outro, na conservação de alimentos processados. Os dois produtos foram produzidos por meio da técnica de secagem por atomização (spray drying), experimentando-se um processo de encapsulamento físico e outro químico. No caso do processo químico, o óleo foi encapsulado dentro de uma molécula de ciclodextrina (polímero de glicose). "O óleo essencial é muito volátil, evapora facilmente, acaba oxidando e decompondo com o passar do tempo, e perde um pouco suas propriedades. Quando encapsulado, ele se torna mais resistente e mantêm suas propriedades por mais tempo", explica a pesquisadora Luciana Pinto Fernandes.


VER MAIS SOBRE: arquivo


Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.