Nova lei federal determina que colaboradoras grávidas trabalhem remotamente durante pandemia

Mulheres grávidas devem fazer trabalho remoto
Foto: freepik
Mulheres grávidas devem fazer trabalho remoto
Foto: freepik

Foi publicada, nesta quarta-feira (12), a Lei Federal nº 14.151/21, que dispõe sobre o afastamento das colaboradoras grávidas do trabalho presencial durante a emergência de saúde pública decorrente da pandemia da Covid-19. No período, elas deverão exercer as atividades por meio de teletrabalho, trabalho remoto ou outra forma de trabalho a distância, sem deixar de ser remuneradas.

Com a decisão, mesmo que seja para preservar a saúde da mulher, o governo se isenta do pagamento de Previdência Social e INSS em caso de afastamento por atestados médicos. Gabriel Fragoso, consultor jurídico da Associação do Comércio Farmacêutico do Estado do Rio de Janeiro (Ascoferj) e especialista em Direito Trabalhista, explica que a intenção foi transferir a responsabilidade para o empresário, que deverá pagar pelo período de estabilidade e gestação das empregadas.

Além disso, a determinação também não é a melhor para algumas profissões, como é o caso das farmacêuticas. Sua ausência durante as fiscalizações dos conselhos regionais de farmácia poderá acarretar autuações e multas para o estabelecimento.

“Existem algumas alternativas para as empresas neste momento, como, por exemplo, conceder férias vencidas, caso as tenham, ou ainda utilizar a opção da suspensão do contrato de trabalho, prevista na Medida Provisória nº 1.045/21, em vigor desde o fim do mês de abril”, esclarece Fragoso.

Veja também: Governo institui novo Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Receba as principais notícias direto no celular

Sala de imprensa

Esta é uma área dedicada especialmente para o atendimento à imprensa e com acessos aos nossos releases.

Receba nossa newsletter

Para notícias e ofertas exclusivas, digite seu e-mail abaixo.

Um programa para você ficar sempre bem informado

Talvez se interesse por:

Saiba onde encontrar o número da matrícula

Todo associado, além do CNPJ, possui um número de matrícula que o identifica na Ascoferj. Abaixo, mostramos onde encontrá-lo no boleto bancário. Você vai precisar dele para seguir em frente com a inscrição.

BOLETO BANCÁRIO BRADESCO

Encontre em “Sacador / Avalista”.

boleto bradesco contribuição

BOLETO BANCÁRIO SANTANDER

Encontre em “Sacador/Avalista”.

boleto santander contribuição
Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.
×