fbpx
Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 18 de fevereiro de 2021.

Performance do canal farma em janeiro é publicada por Close-up

COMPARTILHE:

Close-up publica estudo sobre performance de canal farma em janeiro Foto: freepik

A Close-up International, responsável por auditar o mercado farmacêutico no Brasil, publicou um estudo com os resultados do setor no mês de janeiro deste ano. De forma geral, a performance foi bastante positiva em muitas categorias, seguindo o padrão estabelecido em 2020 durante a pandemia. Confira abaixo os principais números.

Dados gerais

Analisando o mercado farmacêutico no acumulado dos últimos 12 meses terminados em janeiro, é possível perceber uma evolução no número de unidades comercializadas – 7,47% em relação ao mesmo período do ano anterior. Esse valor corresponde a um faturamento 11,72% maior.

As três principais categorias de produtos – medicamentos com prescrição (MPX), medicamentos isentos de prescrição (MIPs) e não medicamentos (NMEDs) – tiveram bons crescimentos: 7,53%, 5,60% e 8,43%, respectivamente. Em relação ao faturamento, cada uma cresceu 10,38%, 11,15% e 16,63%.

Os resultados dos não medicamentos se justificam pelo aumento nas buscas por itens que auxiliam na prevenção de gripes e resfriados, como vitaminas, devido à pandemia da Covid-19.

Vendas por região

A Close-up analisou ainda as vendas em todas as cinco regiões do Brasil. No acumulado dos 12 meses, a região que mais cresceu foi a Norte (18,85%), seguida pela Nordeste (13,03%), Centro-Oeste (8,65%), Sudeste (4,84%) e Sul (4,26%).

Corporações

O documento também traz um levantamento das companhias que mais venderam no primeiro mês deste ano. Em questão de unidades, as primeiras 15 colocadas foram: NC Farma (611,3 milhões), Hypera Pharma (522,6 milhões), Grupo CIMED (371,8 milhões), Sanofi (346,1 milhões), Eurofarma (239,5 milhões), Unilever (229,1 milhões), Teuto (192, 9 milhões), Aché (190,5 milhões), Johnson Corp (156,3 milhões), União Química (148,9 milhões), Novartis (136,5 milhões), Procter&Gamble (127,1 milhões), Merck (107,6 milhões), Geolab (99,2 milhões) e Natulab (99,1 milhões).

Acesse o documento completo.

Veja também: Sanofi Brasil é certificada pelo 5º ano consecutivo como empresa Top Employer

Fonte: Revista da Farmácia

 


VER MAIS SOBRE: Close-Up International / Mercado farmacêutico


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logotipo Ascoferj

INFORMA

A Ascoferj informa que está trabalhando de forma semipresencial como medida de segurança contra a Covid-19.

Segundas, quartas e sextas: atendimento presencial na sede de 8h às 17h.

Terças e quintas: atendimento remoto de 8h às 17h.

Telefones de todos os setores para contato:

– Financeiro – (21) 98272-2882
– Jurídico – (21) 98097-0092
– Regulatório – (21) 98272-2852
– Comunicação – (21) 98272-2867
– DAC/Cursos – (21) 98399-0146
– Central de Negócios – (21) 98293-1816
– Comercial – (21) 98097-0099
– Relacionamento – (21) 98145-2036

Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.