Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 20 de março de 2012.

Personalidades com ações pela sustentabilidade recebem homenagem da Anfarmag

COMPARTILHE:

Anfarmag

Ministro da Saúde, parlamentares e farmacêuticos receberão o Prêmio Paulo Queiroz Marques, referência a um dos farmacêuticos brasileiros com mais tempo de atividade na profissão, primeiro presidente e integrante do núcleo de fundadores da entidade.

Em sua primeira edição, seis personalidades terão reconhecidas suas contribuições para o desenvolvimento da farmácia, dos medicamentos e dos farmacêuticos magistrais com o Prêmio Paulo Queiroz Marques: Alexandre Padilha, Ministro da Saúde; Saraiva Felipe, deputado Federal – PMDB; Alice Portugal, deputada federal – PC do B; Walter da Silva Jorge João, Presidente do Conselho Federal de Farmácia; Gerson A. Pianetti, Prof. Dr. da Universidade Federal de Minas Gerais; e Anderson de Oliveira Ferreira, Msc. Farmacêutico Magistral. O evento de premiação acontecerá na quarta-feira, 21, a partir as 19 horas, em Brasília

O prêmio Paulo Queiroz Marques tem por objetivo promover e institucionalizar a farmácia, o farmacêutico, o medicamento individual e o produto magistral. Anualmente serão identificadas, reconhecidas e divulgadas ações de profissionais, personalidades e autoridades que contribuem com a sustentabilidade técnica e/ou científica, econômica, política e social da farmácia e do farmacêutico magistral no Brasil

O nome da premiação é uma homenagem ao fundador e primeiro presidente da entidade, Paulo Queiroz Marques, um dos mais antigos profissionais e proprietário de farmácia, ainda em atividade, e que integra o núcleo de fundadores da entidade, tendo sido o primeiro presidente da associação. Formado pela faculdade de farmácia da universidade de São Paulo, o farmacêutico mais antigo do País em atividade, começou a manipular medicamentos na farmácia de seu pai, que era boticário, no interior de S. Paulo, aos 6 anos de idade, para ajudar a atender a demanda de mil cápsulas diárias, por conta da epidemia de malária.

Trabalhou em diversas farmácias como pesquisador de análises e gerente até adquirir seu primeiro estabelecimento, em 1963 e passar a se dedicar à manipulação. Foi um dos fundadores da Anfarmag, em 1986 e o primeiro presidente da entidade, com a missão de unir o setor, redescobrir novos valores e buscar líderes pelo País para fortalecer as bases da Associação.

Por mais de dez anos, serviu ao CRF-SP, onde foi um determinado defensor do setor magistral. Proprietário da Drogamérica Pharmácia de Manipulação há quase 50 anos, ele zela pela ética e valorização profissional. Em seus 90 anos de idade, sendo mais de 80 dedicados à atividade na farmácia magistral, é uma fonte de inspiração para os que atuam no segmento. O seu extenso e respeitado currículo inclui a preservação da memória da farmácia, por meio da criação e manutenção do Museu da Farmácia, instalado na Santa Casa de Misericórdia de S. Paulo e para onde cedeu vários itens para o acervo.


VER MAIS SOBRE: arquivo


Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.