População mais consciente tem prezado pela manutenção da saúde

Manutenção da saúde
Foto: freepik
Manutenção da saúde
Foto: freepik

Um levantamento realizado em 2018 pela Associação Brasileira da Indústria de Medicamentos Isentos de Prescrição (ABIMIP), em parceria com a IQVIA, mostrou que a maior parte das pessoas seguia as orientações do uso responsável dos MIPs, buscando por um médico caso os sintomas não passem em até três dias.

Quando os sintomas de problemas menores se manifestam, o primeiro recurso que os brasileiros utilizam são os MIPs, sendo que 63% recorrem a medicamentos, pois afirmam estarem familiarizados com os sintomas (12%), acham mais prático (11%) e rápido (10%) se autocuidarem. Outro dado importante diz respeito ao acesso: todas as classes sociais têm nos MIPs seu primeiro recurso para o cuidado com sintomas menores.

A pandemia trouxe, contudo, uma mudança na forma de lidar com a dor. Um estudo encomendado pela Sanofi Consumer Healthcare, em parceria com o Instituto Ipsos, mostrou que 56% da população investem em prevenção, adquirindo hábitos mais saudáveis – analgésicos (42%), soluções caseiras (36%), como chás e dormir melhor (33%), praticar mais exercícios (23%) e tomar vitaminas (21%).

Preocupados em sair de casa para procurar serviços de saúde, os brasileiros estão cada vez mais praticando o autocuidado. Estudos feitos em vários países mostram a importância do uso de MIPs tanto para o autocuidado quanto para desafogar as unidades básicas de saúde e hospitais.

“Com o uso dos MIPs, o indivíduo está mais empoderado para cuidar da sua própria saúde”, acredita Marli Martins Silenci, vice-presidente executiva da ABIMIPI. Segundo ela, a vantagem dos MIPs está também na economia dos recursos públicos, que combatem os males menores.

Veja também: Doc-reality da GSK sobre pessoas que vivem com HIV estreia no Globoplay

Fonte: Revista da Farmácia

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Receba as principais notícias direto no celular

Sala de imprensa

Esta é uma área dedicada especialmente para o atendimento à imprensa e com acessos aos nossos releases.

Receba nossa newsletter

Para notícias e ofertas exclusivas, digite seu e-mail abaixo.

Um programa para você ficar sempre bem informado

Saiba onde encontrar o número da matrícula

Todo associado, além do CNPJ, possui um número de matrícula que o identifica na Ascoferj. Abaixo, mostramos onde encontrá-lo no boleto bancário. Você vai precisar dele para seguir em frente com a inscrição.

BOLETO BANCÁRIO BRADESCO

Encontre em “Sacador / Avalista”.

boleto bradesco contribuição

BOLETO BANCÁRIO SANTANDER

Encontre em “Sacador/Avalista”.

boleto santander contribuição
Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.
×