Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 8 de fevereiro de 2013.

Profarma diz não querer competir com grandes redes

COMPARTILHE:

Em meio às aquisições de drogarias realizadas desde o dia 18 de janeiro, a Profarma entrou em uma outra etapa de sua estratégia de crescimento, que passou por expansão geográfica e diversificação de produtos. Desta forma, segundo apontado pelo diretor financeiro e de relações com investidores da companhia, Max Fischer, a estratégia é de entrar no segmento de varejo, mas sem perder o foco nas outras áreas da empresa. As aquisições refletem este momento, aponta o diretor de RI, com a conjuntura macroeconômica como aumento de renda associada ao envelhecimento da população e ao crescimento dos genéricos. Com as compras, a expectativa é de fortalecimento da indústria, maiores sinergias, de armazenagem e compras. Entretanto, ressalta Fischer, a intenção da companhia não é concorrer com as grandes varejistas do setor, como a Raia Drogasil e a BR Pharma. A Profarma seguirá atuando com os seus parceiros de varejo, continuando com os seus serviços no longo prazo. Além disso, ressalta o diretor, não há ainda expectativa por novas aquisições. Fonte: Infomoney


VER MAIS SOBRE: arquivo


Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.