Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 21 de novembro de 2014.

Saiba como funciona a venda fracionada de medicamentos

COMPARTILHE:

O que é a resolução 80 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa): criada em 11 de maio de 2006, a resolução permite a venda fracionada de medicamentos, mas na prática a indústria farmacêutica não é obrigada a dar essa opção ao consumidor. Para que um medicamento seja fracionável, tem que constar na cartela de comprimidos informações como nome do medicamento, fórmula, registro no Ministério da Saúde e cada unidade vir acompanhada de uma bula e uma embalagem secundária disponibilizada pela própria drogaria Medicamento fracionado: é a subdivisão da embalagem de um medicamento em partes individualizadas para viabilizar medicamentos ao usuário na quantidade estabelecida pela prescrição médica. As farmácias devem receber a medicação para este fim em embalagem especialmente desenvolvida pelo fabricante e aprovada pela Anvisa. Ela vem acondicionada em uma embalagem externa, facilmente identificada pela inscrição “embalagem fracionável" Quem pode fazer o fracionamento: apenas o farmacêutico pode fazê-lo e já no comércio. Quais medicamentos podem ser fracionados: todos nas apresentações de frasco-ampola, ampola, seringa preenchida, flaconete, sachê, envelope, blister e strip, comprimidos, cápsulas, óvulos vaginais, drágeas, adesivos transdérmicos e supositórios, sejam de eles de marca, genéricos ou similares Fonte: O Globo


VER MAIS SOBRE: arquivo


Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.