fbpx
Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 28 de junho de 2016.

Varejo nacional fechará 2016 com queda nas vendas, mas varejo farmacêutico continua em crescimento

COMPARTILHE:

O varejo brasileiro deve fechar o ano de 2016 com recuo de 3,3% no volume de vendas, menor do que a queda registrada em 2015 (-4,3%). É o que aponta projeção da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), que abrange o varejo restrito nacional, ou seja, não inclui automóveis e material de construção.

Elaborada pelo Instituto de Economia Gastão Vidigal, da ACSP, a projeção sugere que a queda das vendas deverá atingir seu máximo em maio e junho. Em ambos os meses, a diminuição será de, aproximadamente, 6%, considerando-se a variação em 12 meses.

Já a partir de julho, o setor deve começar a se recuperar, mas ainda ficará em campo negativo. O Instituto utilizou como base o Índice Nacional de Confiança ACSP/Ipsos.

Desta forma, apesar de o varejo continuar em forte crise, a projeção sugere que o setor pode ter chegado ao “fundo do poço”, em linha com a evolução do Produto Interno Bruto (PIB), iniciando depois certa recuperação.

Os resultados podem ser explicados pelo fato de que existem itens de consumo básico difíceis de diminuir, como alimentos e remédios. Também refletem os efeitos da menor base de comparação, da redução dos estoques de segmentos importantes e de expectativas mais positivas por parte do consumidor.

“São sinais positivos. Sinais de que o pior parece ter passado. Embora ainda no terreno negativo, os indicadores apontam para melhora do estado de espírito do consumidor, do empresariado e da indústria. É o primeiro passo para o comércio e o Brasil voltarem a crescer”, comenta Alencar Burti, presidente da ACSP e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp).

Por outro lado, o grande varejo farmacêutico nacional continua crescendo acima dos dois dígitos, mas em ritmo menor. É o que revelam dados divulgados pela Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma). As redes de farmácias faturaram cerca de R$ 9,3 bilhões em vendas totais no primeiro trimestre deste ano, um valor 13,3% superior ao mesmo período do ano anterior.

Os dados, compilados pela Fundação Instituto de Administração da Universidade de São Paulo (FIA-USP), apontaram ainda que só em março a receita bruta cresceu 12,21% em relação ao mesmo período de 2015. No acumulado dos últimos 12 meses, o movimento foi de R$ 37,04 bilhões, um aumento de 12,28% na comparação com o período anterior.

O resultado foi impulsionado especialmente pelos itens da categoria “não medicamentos”, que inclui produtos de higiene pessoal, cosméticos, perfumaria, xampu, absorventes íntimos, adoçantes, tintura de cabelo, preservativos e protetores solares, entre outros. A categoria foi responsável por movimentar R$ 3,21 bilhões entre janeiro e março, um acréscimo de 12,9% em relação ao mesmo trimestre de 2015.

Ainda de acordo com o estudo, a venda de genéricos totalizou mais de R$ 1,07 bilhão, 13,14% superior ao período entre janeiro e março do ano passado. Ao todo, foram vendidas mais de 71 milhões de unidades desta categoria. Já o montante de lojas em operação passou de 5.626 para 6.009, e o número de pessoas atendidas, somente em março, chegou a 72 milhões.

Fonte: Associação Comercial de São Paulo/Abrafarma

 


VER MAIS SOBRE: #farmacia #ascoferj #abrafarma #varejo


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logotipo Ascoferj

INFORMA

A Ascoferj informa que está trabalhando de forma semipresencial como medida de segurança contra a Covid-19.

Segundas, quartas e sextas: atendimento presencial na sede de 8h às 17h.

Terças e quintas: atendimento remoto de 8h às 17h.

Telefones de todos os setores para contato:

– Financeiro – (21) 98272-2882
– Jurídico – (21) 98097-0092
– Regulatório – (21) 98272-2852
– Comunicação – (21) 98272-2867
– DAC/Cursos – (21) 98399-0146
– Central de Negócios – (21) 98293-1816
– Comercial – (21) 98097-0099
– Relacionamento – (21) 98145-2036

Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.