Vietnã detecta H1N1 resistente ao Tamiflu

Jornal do Brasil

O Vietnã detectou três casos de gripe suína resistentes ao antiviral Tamiflu, embora até agora não haja evidências de que as cepas que apresentaram as mutações tenham infectado outras pessoas. O Tamiflu é um dos fármacos recomendados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para o tratamento da gripe suína.

Os três pacientes foram admitidos no Hospital de Doenças Tropicais da cidade de Ho Chi Minh, no fim de agosto e início de setembro. Segundo Rogier van Doorn, microbiólogo clínico do hospital, todos os pacientes já se recuperaram.

Os vírus que foram isolados quando os pacientes chegaram ao hospital ainda eram suscetíveis ao medicamento, mas durante o tratamento com oseltamivir (genérico do Tamiflu), se gerou a resistência explicou van Doorn. Portanto, não houve transmissão de mutações, pois observamos que a resistência se desenvolveu apenas durante o tratamento.

Os três casos de resistência ao Tamiflu foram detectados entre mais de 600 pacientes com gripe suína tratados pelo hospital. Dois dos pacientes apresentavam casos leves da doença e o terceiro, uma criança de três anos, começou uma terapia intensiva e se recuperou em 10 dias.

Até agora, casos de H1N1 resistente aos fármacos foram detectados no Japão, Hong Kong, Dinamarca e Estados Unidos.

Os vírus de gripe são propensos a mutações e os especialistas não se surpreendem de que cepas do H1N1 desenvolvam resistência. No entanto, infectologistas temem que as resistências possam complicar os esforços para tratar vítimas com os medicamentos indicados pela OMS. Uma segunda onda de infecções por H1N1 deve ocorrer à medida que o hemisfério norte se aproxima da sua temporada de inverno.

Compartilhe:
Categorias

Receba as principais notícias direto no celular

Sala de imprensa

Esta é uma área dedicada especialmente para o atendimento à imprensa e com acessos aos nossos releases.

Receba nossa newsletter

Para notícias e ofertas exclusivas, digite seu e-mail abaixo.

Um programa para você ficar sempre bem informado

Saiba onde encontrar o número da matrícula

Todo associado, além do CNPJ, possui um número de matrícula que o identifica na Ascoferj. Abaixo, mostramos onde encontrá-lo no boleto bancário. Você vai precisar dele para seguir em frente com a inscrição.

BOLETO BANCÁRIO BRADESCO

Encontre em “Sacador / Avalista”.

boleto bradesco contribuição

BOLETO BANCÁRIO SANTANDER

Encontre em “Sacador/Avalista”.

boleto santander contribuição
Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.
×