Pular para o conteúdo

Notícias


icone de categorias Notícias icone de data de publicação 5 de fevereiro de 2018.

Anvisa aprova o registro de Ninlaro® (ixazomibe) para o tratamento do mieloma múltiplo

COMPARTILHE:

Foi aprovado pela Anvisa o registro do medicamento Ninlaro® (ixazomibe), o primeiro inibidor de proteassoma oral usado em combinação com lenalidomida e dexametasona em pacientes com mieloma múltiplo, que já receberam pelo menos um tratamento anterior. O medicamento será comercializado no Brasil pela companhia Takeda, uma das 15 maiores farmacêuticas do mundo.

O mieloma múltiplo, apesar de raro, é considerado o segundo tipo de câncer de sangue mais frequente na população e estima-se que cerca de 7.600 brasileiros recebam o diagnóstico da doença por ano. Com uma maior prevalência entre os 60 e 65 anos, é um câncer dos plasmócitos (células produtoras de anticorpos) da medula óssea. Os efeitos da proliferação desordenada dessas células incluem redução na produção de células sanguíneas e dano ao osso circundante. No mundo, quase 230 mil pessoas convivem com a doença, de acordo com a International Agency for Research on Cancer (IARC)4. Seus principais sintomas e sinais incluem fadiga, anemia, dores ósseas e insuficiência renal.

A aprovação de Ninlaro® (ixazomibe) pela ANVISA se baseou nos resultados do estudo clínico de fase 3 TOURMALINE-MM1. A adição de ixazomibe à lenalidomida e dexametasona mostrou-se uma combinação eficaz com melhora significativa de sobrevida livre de progressão quando comparado ao grupo controle submetido ao tratamento com placebo, lenalidomida e dexametasona com resultados de 20,6 meses contra 14,7 meses respectivamente.

Fonte: Takeda


VER MAIS SOBRE: anvisa / medicamento / takeda


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *