Pular para o conteúdo

Coronavírus


icone de categorias Coronavírus | Notícias icone de data de publicação 2 de abril de 2020.

Como proteger dados corporativos durante o home office?

COMPARTILHE:

Proteção de dados durante home office Foto: freepik

Muitas empresas têm determinado que seus colaboradores trabalhem sob regime home office em meio à pandemia do coronavírus. Entretanto, trabalhar fora do ambiente corporativo exige cuidados maiores com a proteção de dados, explica a FecomercioSP.

A Federação lembrou que o ambiente de acesso virtual da casa do colaborador é mais vulnerável do que o corporativo, que dispõe de sistemas mais adequados e específicos para a proteção dos dados. Segundo a assessora econômica da FecomercioSP, Kelly Carvalho, “o roubo de dados pode gerar danos irreparáveis para as empresas, considerando o sigilo e a confidencialidade de determinadas informações que são trafegadas pela internet e usadas de forma indevida por um terceiro, podendo comprometer inclusive a existência do negócio”.

Medidas eficientes

Para evitar qualquer tipo de desconforto, é necessário reavaliar o sistema de segurança para acesso remoto empresarial, mesmo que por meio de medidas simples, entre elas:

– Alterar periodicamente usuário e senha;

– Não clicar em links com mensagens desconhecidas;

– Manter atualizado o sistema operacional e o antivírus;

– Deixar ativo o bloqueio de tela para mais de um minuto sem uso;

– Não usar wi-fi desconhecido;

– Alterar a senha do wi-fi de casa com frequência;

– Evitar compartilhar informações confidenciais por e-mail ou mensagens.

Além disso, deve-se orientar os funcionários para que não compartilhem a tela do notebook com projetos em andamento, pois hackers podem se passar por eventuais “amigos” para captar informações restritas e sigilosas.

Políticas e procedimentos devem ser estabelecidos

A FecomercioSP sugere que os procedimentos de trabalho remoto sejam claros e abranjam o uso de todos os dispositivos, fornecendo aos colaboradores ferramentas que sejam eficazes e fáceis de se proteger. É necessário também engajar a equipe sobre o tema. “O custo da não implementação de medidas eficazes, seguras e de fácil entendimento para todos pode ser maior do que sua implementação”, finaliza Kelly.

Veja também: Jurídico da Ascoferj responde. Pode ser também uma dúvida sua

Fonte: Revista da Farmácia


VER MAIS SOBRE: Coronavírus / Home office / Proteção de dados


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.