Medicamentos seguem no azul, mas ritmo diminui

Comparada à maior parte dos demais ramos de atividade, a indústria farmacêutica, em especial os fabricantes de medicamentos genéricos, não teriam do que se queixar, nestes tempos de recessão econômica.
1290130_58512768

Comparada à maior parte dos demais ramos de atividade, a indústria farmacêutica, em especial os fabricantes de medicamentos genéricos, não teriam do que se queixar, nestes tempos de recessão econômica. As vendas do mercado total, que incluem os medicamentos similares e de referência, aumentaram 7,3%, com 2,8 bilhões de unidades vendidas, gerando receitas de R$ 68, 9 bilhões, crescimento de 14,4%, entre janeiro e outubro deste ano, na comparação com igual período do ano passado.

No entanto, esse desempenho representa uma queda média de 50% sobre os resultados obtidos em 2014. Em outras palavras, embora o setor ainda não enfrente chuvas e trovoadas,a desaceleração do ritmo de desempenho mostra que o céu não é exatamente de brigadeiro, fazendo ligar o sinal amarelo nos QGs dos laboratórios.

“A situação preocupa não apenas as empresas, pela deterioração dos resultados, mas porque mostra que com a crise as pessoas também estão cortando seus gastos com remédios”, afirma a presidente da Associação Brasileira das Indústrias de Medicamentos Genéricos ( ProGenéricos), Telma Salles .Segundo ela, a situação é mais complicada para as pessoas que necessitam usar medicamentos de uso contínuo, principalmente os portadores de enfermidades como diabetes ou hipertensão. “Isso pode produzir um custo social altíssimo”, conclui.

Fonte: IstoÉ Dinheiro

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Receba as principais notícias direto no celular

Sala de imprensa

Esta é uma área dedicada especialmente para o atendimento à imprensa e com acessos aos nossos releases.

Receba nossa newsletter

Para notícias e ofertas exclusivas, digite seu e-mail abaixo.

Um programa para você ficar sempre bem informado

Saiba onde encontrar o número da matrícula

Todo associado, além do CNPJ, possui um número de matrícula que o identifica na Ascoferj. Abaixo, mostramos onde encontrá-lo no boleto bancário. Você vai precisar dele para seguir em frente com a inscrição.

BOLETO BANCÁRIO BRADESCO

Encontre em “Sacador / Avalista”.

boleto bradesco contribuição

BOLETO BANCÁRIO SANTANDER

Encontre em “Sacador/Avalista”.

boleto santander contribuição
Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.
×