Tire as dúvidas dos clientes sobre gripe e resfriado

1238452_46868173

Nesta época do ano, crescem as vendas de antigripais em farmácias e drogarias. Muitos pacientes chegam cheios de dúvidas. A Sanofi Pasteur preparou esse conteúdo específico sobre as diferenças entre gripe e resfriado, muito útil a quem trabalha no ponto de venda. A orientação pode ser um serviço a mais capaz de fidelizar o cliente.

Gripe e resfriado são causados por vírus diferentes, mas que apresentam vários sintomas em comum. O resfriado é motivado por algumas espécies de vírus: Rinovírus (principal causa dos resfriados), Adenovírus, Vírus Sincicial Respiratório, Coronavirus, Echovirus e Paramixovirus, entre outros. Os sinais e sintomas dos resfriados aparecem dois ou três dias após a exposição ao vírus. Os mais comuns são: coriza, espirros, tosse, dor de garganta, lacrimejamento, moleza, febre baixa e de curta duração.

Realizar o diagnóstico diferencial entre gripe e resfriado é essencial para seguir com o tratamento adequado. O agente etiológico da gripe é o vírus Influenza. A transmissão pode ocorrer por contato direto, de pessoa para pessoa, via espirro, por exemplo, ou indireta, por meio de superfícies ou objetos contaminados. O indivíduo com gripe pode transmitir o vírus a outras pessoas em até mais de um metro e meio de distância.

A principal diferença nos sintomas de gripe e resfriado é a intensidade. “Uma pessoa com resfriado apresenta as vias aéreas superiores obstruídas, já na gripe os sintomas podem ser mais severos, como a febre alta, dor de cabeça e fadiga”, explica Ana Paula Flora, gerente médica da Sanofi Pasteur.

A melhor estratégia de prevenção contra a gripe é a vacinação anual, o que reduz significativamente o risco de adquirir a doença e também de complicações e hospitalizações.  Quanto mais pessoas forem vacinadas, menos o vírus influenza será disseminado e mais pessoas dos grupos prioritários e de risco, que podem ser atingidos de forma mais grave, estarão protegidos.

Outras medidas de prevenção também podem ser feitas para garantir mais proteção, como higienizar bem as mãos com sabão ou usar álcool-gel, evitar utilizar lenços de tecido, ou objetos de uma pessoa doente e utilizar uma proteção descartável ao espirrar, tossir ou falar.

Fonte: Sanofi Pasteur

 

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Receba as principais notícias direto no celular

Sala de imprensa

Esta é uma área dedicada especialmente para o atendimento à imprensa e com acessos aos nossos releases.

Receba nossa newsletter

Para notícias e ofertas exclusivas, digite seu e-mail abaixo.

Um programa para você ficar sempre bem informado

Logotipo Ascoferj

INFORMA

A Ascoferj informa que está em regime semipresencial.

Segundas, quartas e sextas: atendimento presencial, das 8h às 17h
Terças e quintas: atendimento remoto, das 8h às 17h.

Telefones de todos os setores para contato:

– Financeiro – (21) 98272-2882
– Jurídico – (21) 98097-0092
– Regulatório – (21) 98272-2852
– Comunicação – (21) 98272-2867
– DAC/Cursos – (21) 98399-0146
– Central de Negócios – (21) 98293-1816
– Comercial – (21) 98097-0099

Este site utiliza cookies para garantir seu funcionamento correto e proporcionar a melhor experiência na sua navegação. Ao continuar nesse site você está de acordo com nossa Política de Privacidade.
×